quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Brasil - Relações Políticas e Econômicas com América do Sul

                      Brasil : potência regional

      As Relações Políticas e Econômicas com os Vizinhos Sul-americanos

          O Brasil sempre foi visto por seus vizinhos da América do Sul como um país imperialista. Por isso, até a década de 1990, as relações entre o Estado brasileiro e os demais países sul-americanos não eram amplas. Desde a independência, em 1822, os governantes brasileiros buscavam tornar o Brasil uma potência regional na América do Sul. Durante o Império (1822 -1889) as ações adotadas em relação aos territórios vizinhos eram extremamente expansionistas.
         A partir do período republicano, as relações mantidas com os vizinhos começaram a se alterar, principalmente pela postura e pelas ações do Barão do Rio Branco, ministro das Relações Exteriores de 1902 a 1912 . O barão foi o grande responsável pela consolidação das fronteiras de nosso país e também o “pai da diplomacia contemporânea brasileira”.

                Os Projetos do Brasil para Os Vizinhos    

      Com a chegada dos militares ao poder no Brasil em 1964, implantou-se um projeto  de política externa que pretendia elevar o país à categoria de potência mundial. Para isso, era preciso primeiro consolidar a hegemonia na América do Sul, isolando o concorrente platino – a Argentina. O projeto começou a ser posto em prática na América Platina, exatamente na região de maior influência desse concorrente.
     A Bolívia e o Paraguai, territórios sem saída para o mar, dependiam da Argentina para escoar seus produtos, fazendo uso da Bacia Platina e do Porto de Buenos Aires. Com o intuito de retirar esses países da órbita de influência da Argentina e atraí-los para a sua própria, o Brasil implantou um conjunto  de estratégias.

        -   Projetos de Integração Viária
    Com a Bolívia, foi elaborado um projeto para a implantação da Ferrovia Brasil-Bolívia, ligando o país andino ao Porto de Santos, no estado  de São Paulo.
    Em relação ao Paraguai, o governo  brasileiro promoveu a construção da Rodovia  BR 277 . O objetivo foi ligar o eixo econômico paraguaio, Assunção – Ciudad de Leste, ao Porto de Paranaguá, no litoral do  estado do Paraná, e favorecer as exportações paraguaias.
     Para intensificar as relações com o  Uruguai, o governo brasileiro promoveu uma ampla integração viária por meio da construção de ferrovias e rodovias que possibilitam a ligação desse país com várias cidades do  sul do Brasil.

     -  Projetos Energéticos
     No que se refere à Bolívia, construiu-se o Gasoduto Bolívia-Brasil, responsável pelo transporte de gás natural boliviano para o território brasileiro, determinando uma importante fonte de renda para a economia  daquele país.
     Outra medida adotada pelo Brasil foi a construção, em parceria com o Paraguai, da Hidrelétrica de Itaipu, que tornou o país platino autossuficiente na produção de energia elétrica. Como o Paraguai não consome toda a energia, vende o excedente para o  Brasil e outros países vizinhos.

    -  Medidas Diplomáticas com a Argentina
     A partir da década de 1980, a competição com a Argentina foi colocada de lado, cedendo espaço a uma política comum de cooperação entre os dois países, incluindo a cooperação militar. Ainda que a instabilidade econômica argentina, no final dos anos 1990, tenha trazido à tona antigas rivalidades, o governo brasileiro tem conseguido, diplomaticamente, contorná-las e firmar o Brasil como  uma potência regional.

              O  Mercosul
     O Mercado Comum do Sul (Mercosul) é o bloco econômico mais importante da América Latina. A sua implantação começou com  acordos entre o Brasil e Argentina, a partir de 1985.
     Em 26 de março de 1991 o Brasil, a Argentina , Uruguai e o Paraguai assinaram o Tratado de Assunção, que formalizou o Mercosul . A principal finalidade do Mercosul é fortalecer a inserção e a participação de cada um dos países-membros no mercado globalizado, constituindo um bloco econômico a fim de aumentar a capacidade de negociação dos países-membros com outros países  ou blocos, como os Estados Unidos ou a União Européia .  Atualmente os países que participam  do MERCOSUL são :  Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela.

     Fonte :  DANELLI, Sonia Cunha  de Souza. Projeto Araribá Geografia 8º ano. Editora Moderna. 2ª edição. São Paulo : 2007 . 


               *  Atenção Concurseiros - Para você que  deseja passar em concurso público  :   
    
      Apostila Geoconcursos consiste: - Coletânea digital de provas específica para o referido cargo + Dicas & Estratégia: Como passar em Concursos + Indicação de material didático (349 video-aulas*; 44.797 teses, dissertações, textos gerais  . Visite a página de vendas que contém maiores detalhes, basta seguir o link acima, sem compromisso ! 


Geografia Newton Almeida


4 comentários:

nikoly lara disse...

gostei era o que eu estava procurando --*

Anônimo disse...

tudo o que eu qieriia gostei de maiis

Anônimo disse...

alguém aí sabe as relações políticas entre Brasil e Bolívia??? PRECISO DE AJUDA (para um trabalho de escola)

Newton Almeida disse...

Prezado (a) o link abaixo deverá resolver seu problema :

http://www.eumed.net/rev/cccss/24/projetos-geopoliticos-brasil-bolivia.html