terça-feira, 23 de outubro de 2012

Questões com Respostas : O Brasil e o Mundo



1- A Espanha e Portugal foram os pioneiros na expansão marítima iniciada no século XV e que resultaram na conquista de novas terras. Essas descobertas geraram tensões entre os dois países. Para regulamentar as terras conquistadas, e na tentativa de evitar uma guerra, Portugal e Espanha assinaram em 7 de junho de 1494 o Tratado de Tordesilhas. O Tratado de Tordesilhas estabelecia uma linha imaginária meridional a 370 léguas a oeste do arquipélago de Cabo Verde (África), que dividiria o mundo entre Portugal e Espanha. As terras a leste desse meridiano seriam portuguesas e as terras a oeste seriam espanholas. 
       De acordo com o Tratado de Tordesilhas o Brasil teria a mesma extensão territorial ? 

RESPOSTA  -  Se os limites do Tratado de Tordesilhas tivessem sido respeitados a extensão do território brasileiro seria inferior a 3 milhões de quilômetros quadrados, ou seja, menos de 40% da área atual. Veja abaixo a comparação dos limites brasileiros atuais e os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas.


2-  Cite exemplo de como o Tratado de Tordesilhas foi irrelevante, ou não foi respeitado, ao longo da ocupação do território brasileiro pelos portugueses.

RESPOSTA -  Inúmeras expedições que buscavam aprisionar indígenas para vendê-los como escravos, as chamadas bandeiras, ou entradas, desrespeitaram o limite proposto pelo Tratado de Tordesilhas e invadiram o domínio espanhol. Os bandeirantes tiveram importância fundamental na ocupação do interior do território brasileiro. 

3-  Após o Tratado de Tordesilhas, qual outro tratado foi firmado entre Portugal e Espanha a fim de  resolverem-se os litígios pela posse de terras ?

RESPOSTA  -  Foi o Tratado de Madri, assinado em 1750, que praticamente garantiu a extensão territorial que o Brasil tem hoje. O novo acordo, que anulou o Tratado de Tordesilhas, determinou que a posse das terras seria de quem de fato as ocupasse (princípio do uti possidetis). Portanto, a Espanha reconheceu os direitos portugueses sobre terras que estavam muito além do Tratado de Tordesilhas, como as áreas dos atuais estados de Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amazonas, Rondônia, Pará, Amapá, entre outras. 

4 -  Comente sobre a atual configuração do território brasileiro.

RESPOSTA  -  A atual configuração do território brasileiro compreende 8 514 876 km², que colocam o Brasil como o mais extenso país da América do Sul, o terceiro maior país da América e a quinta maior área territorial do mundo, com litoral de 7.491 km banhado pelo Oceano Atlântico.      


                     Os seis países mais extensos do mundo

      País                       Área (km²)                    Continente

Rússia                         17 075 400                 Europa e Ásia
Canadá                         9 970 610                      América
China                            9 597 000                         Ásia
Estados Unidos            9 372 615                      América
Brasil                            8 514 876                      América
Austrália                      7 682 300                      Oceania   

      Podemos ter uma noção da grandeza territorial do Brasil ao destacar seus pontos extremos: do ponto extremo norte (Monte Caburaí) ao ponto extremo sul (Arroio Chuí) são 4 394,7 Km; do ponto extremo leste (ponta do Seixas) ao ponto extremo oeste (serra de Contamana) são 4 319,4 km. O Brasil é uma nação equidistante, isto é, tem praticamente as mesmas distâncias entre seus pontos extremos. 


5-  O globo terrestre está dividido em dois hemisférios, separados pela Linha do Equador, o Hemisfério Norte o Hemisfério Sul. O Meridiano de Greenwich, por sua vez, divide o globo terrestre em Hemisfério Oriental (leste) e Hemisfério Ocidental (oeste).  Comente a posição geográfica brasileira no mundo. 

RESPOSTA -   O território brasileiro está situado totalmente a oeste do principal meridiano, o Meridiano de Greenwich (Inglaterra). Portanto, está localizado inteiramente no hemisfério ocidental ou oeste. 
       A Linha do Equador atravessa o norte do território, determinando a localização do país em dois hemisférios : 7% de terras ao norte, ou no hemisfério setentrional, e 93% de terras ao sul, ou no hemisfério meridional. O Brasil é o único país do mundo cortado pela Linha do Equador e pelo Trópico de Capricórnio (23° 27' , sul). Podemos observar no mapa que 92% do território brasileiro está na zona tropical ou intertropical e 8% na zona subtropical (zona térmica temperada do sul). 


6 -  A geopolítica, segundo alguns pesquisadores, é um conceito que teria sido criado com base no trabalho do geógrafo alemão Friedrich Ratzel no final do século XIX. Para ele a geopolítica é um instrumento da política externa de um país, baseado na valorização do espaço ou território como forma de exercer a hegemonia mundial. A geopolítica de Ratzel ficou conhecida, mais tarde, como geopolítica clássica, ainda hoje usada pelas potências mundiais para desenvolver suas políticas externas. Embora haja outras teorias sobre o assunto, a geopolítica pode ser definida como a ciência que estuda estratégias do Estado para melhor administrar seu território com vistas à sobrevivência de seu povo e sua melhor inserção no plano internacional. 
         Como se caracteriza a geopolítica exercida pelo Brasil ?

RESPOSTA  -  Alguns Estados  agem para o pleno conhecimento e integração nacional, como estratégia para melhor administrar seu território, usufruindo as possíveis riquezas nele existentes. O Brasil é um desses Estados. Por outro lado, há os que, além de pensar as estratégias do ponto de vista de seu território, visam à expansão de seus domínios, adquirindo riqueza e poder internacional, é o caso dos Estados Unidos.
   A geopolítica brasileira intensificou-se após a Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945), quando a política externa se voltou para o fortalecimento da liderança do Brasil na América do Sul e para uma participação mais ativa no mundo. A fim de atingir os objetivos dessa política, o governo brasileiro passou a investir na formação de profissionais qualificados para representar o país no exterior. Em 1945 foi criado o Instituto Rio Branco, importante formador de cônsules e embaixadores que representam e defendem os interesses brasileiros em outros países. 
   A atual política externa brasileira não se baseia na anexação de territórios alheios ou no poderio militar para ampliar sua participação e influência no mundo. A geopolítica brasileira tem um enfoque contemporâneo, isto é, fundamenta-se na cooperação e no estabelecimento de parcerias que ofereçam vantagens comerciais ao país.


7 -  Durante a Guerra Fria (1945 - 1991), a política externa brasileira caracterizou-se ora por aproximação com os interesses estadunidenses, ora por afastamentos que sinalizavam os desejos do país trilhar um caminho próprio, sem maiores influências da potência da América do Norte. 
     Cite fatos que exemplifiquem a posição brasileira contra os interesses dos Estados Unidos. 

RESPOSTA  -  Em 1968, o Brasil posiciona-se contra o Tratado de Não-Proliferação de Armas na Conferência de Desarmamento realizada em Genebra. O Brasil alegou que as potências nucleares não tinham o direito de negar acesso à energia nuclear aos países pobres  ;
                         Em 1970, o Brasil vota na ONU pela devolução dos territórios palestinos ocupados por Israel na década de 1960 e promove maior aproximação comercial e política com o mundo árabe;
                        Em 1974, o Brasil reata as relações diplomáticas com a China ;
                      Em 1975, o Brasil vota pelo fim do bloqueio econômico a Cuba e fecha um acordo de cooperação nuclear com a Alemanha.


8  -  Os blocos econômicos mundiais são uma característica atual da economia global. Qual é o bloco econômico da América do Sul que o Brasil participou da sua fundação ? 

RESPOSTA  -  O Mercosul é resultado da aproximação política e econômica entre o Brasil e a Argentina. Esse bloco econômico possui ainda como membros o Uruguai e o Paraguai. A crescente importância do Mercosul deve-se principalmente à liderança dos brasileiros, a economia brasileira representa 60% do total do bloco e é três vezes maior que a economia Argentina. Em 1991, o comércio internacional entre os sócios fundadores totalizava aproximadamente 4,5 bilhões de dólares por ano. Em 2000, ultrapassou  15,5 bilhões, e em 2007, a cifra aproximou-se da casa dos 29 bilhões de dólares anuais.  

9 -   Comente sobre a participação do Brasil na ONU (Organização das Nações Unidas).

RESPOSTA -  O Brasil é país-membro da ONU desde a sua criação, em 1945, e tem participado das conferências mundiais que abordam problemas globais e propõem soluções. Em 1992, a cidade do Rio de Janeiro sediou a Conferência Mundial sobre o Meio Ambiente. Em 2004 foi realizada na cidade de São Paulo a 11ª Reunião da Unctad (Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio de Desenvolvimento). No ano de 2012, novamente o Rio de Janeiro sediou a Rio + 20 (20 anos pós a Rio 92). 
     Com a intenção de manter a paz entre as nações, a ONU envia tropas e missões locais de conflitos. Nos últimos anos, o exército do Brasil tem participado ativamente dessa ações. Em 1999, foram enviadas tropas brasileiras ao Timor Leste, na Ásia, para garantir a independência e segurança daquele país. Desde 2004, o Brasil lidera as forças de paz da ONU no Haiti.

10 - Nos últimos anos houve um bom desempenho da economia brasileira, entre outros países emergentes, participando do chamado BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) . Com a liderança consolidada na América do Sul, a política externa brasileira se volta para alcançar mais espaço político e econômico para o Brasil. Comente essa realidade atual.

RESPOSTA  -  A estratégia adotada é a aproximação com os países subdesenvolvidos. Em setembro de 2003, por exemplo, durante a reunião da OMC (Organização Mundial do Comércio) em Cancun, no México, o Brasil liderou os países emergentes sobre interesses comerciais frente aos países mais ricos.
   Nos últimos anos, os representantes do Brasil têm procurado ampliar as relações diplomáticas e econômicas com alguns países do G-20. As mais importantes aproximações ocorreram com a Índia e a África do Sul, levando à criação do G-3. Outro país do G-20 que interessa muito aos governantes do Brasil é a China, que tem o maior mercado consumidor do mundo. Desde a década de 1970, quando as relações diplomáticas entre os dois países foram retomadas, estabeleceram-se  diversos acordos comerciais e programas de cooperação, com destaque para o setor agropecuário de produção e de lançamento de satélites.

     Fonte : Livro -   ALMEIDA, Lúcia Marina Alves de ;  RIGOLIN, Tércio Barbosa . Geografia , Série Novo Ensino Médio, Volume Único. Editora Ática. São paulo : 2008 . 
        Fonte  : Livro Projeto Araribá 8º ano ;  Organizadora Editora Moderna ; Editora responsável Sônia Cunha de Souza Danelli, 2ª edição, 2.007 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça desse blog seu espaço para participação do desenvolvimento da geografia e conhecimento humano . Deixe um comentário !